domingo, 17 de maio de 2009

LOCAL, NA COROA DE N.S. DE FÁTIMA, ONDE FOI INCRUSTADO O PROJÉTIL QUE ATINGIU O PAPA EM 13MAIO1981.


LOCAL, NA COROA DE N.S. DE FÁTIMA, ONDE FOI INCRUSTADO O PROJÉTIL QUE ATINGIU O PAPA JOÃO PAULO 2º EM 13MAIO1981, NA PRAÇA DE SÃO PEDRO - EM ROMA.

Há 29 anos, Papa João Paulo II sofria um atentado a tiros

No dia 13 de maio de 1981, o predecessor de Bento XVI, o Papa João Paulo II sofria um atentado a tiros quando abençoava a multidão na Praça São Pedro, em Roma. O dramático incidente envolvendo o Pontífice aconteceu por volta das 17h15 (hora local) quando o Papa era conduzido no papamóvel através de uma multidão de cerca de 20 nil pessoas.

O Papa foi atingido por quatro balas disparadas de uma pistola de 9mm a uma distância de 15 pés (menos de 5 metros) no momento em que abençoava a multidão na Praça São Pedro, em Roma.
Duas atingiram o estômago, uma, seu braço direito, e outra, um dedo mindinho.

Cirurgiões realizaram uma operação de cinco horas e esperavam que o Pontífice se recuperasse completamente. Duas semanas após o atentado, o Papa deixou o hospital, mas voltou a se internar em 21 de junho com uma infecção de pulmão.

Recuperado, João Paulo II visitou 50 países apenas na primeira década de seu Pontificado.
Pelo atentado, Mehmet Ali Hagca foi sentenciado à prisão perpétua em julho de 1981.
Mais tarde, João Paulo II perdoou Agca e o visitou na prisão. Com a intermediação do próprio João Paulo II, ele deixou a prisão italiana após 19 anos.
Ele morreu às 21h37 do sábado, 2 de abril de 2005, de complicações decorrentes de uma operação na garganta.

Das inúmeras viagens internacionais de João Paulo 2º, quatro destinaram-se ao Brasil.
A primeira realizou-se em junho de 1980. Foram 12 dias em terras brasileiras, durante os quais o papa pronunciou 51 discursos. Em sua mensagem de chegada ao país, disse que "começava a realizar um sonho longamente acalentado". "Eu desejava por diferentes motivos conhecer esta terra", afirmou.
Em junho de 1982, Karol Wojtyła fez uma visita mais curta ao Brasil, de apenas dois dias. Em 1991, a visita pastoral de João Paulo 2º durou dez dias, com 31 discursos. A sua última visita, em 1997, foi marcada pelo 2º Encontro Mundial do Papa com as Famílias, realizado no Rio de Janeiro.
Num de seus discursos, expressou "sua estima e afeto a duas categorias de pessoas do Brasil": os povos indígenas, que segundo o papa "contribuíram, com sua cultura, injetando na cultura brasileira um profundo senso da família, de respeito aos antepassados, de intimidade e de afeto doméstico"; e aos afro-brasileiros, "pela presença notável na história e na formação cultural do país".



O Papa João Paulo II levou a força da mensagem cristã aos povos dos quatro cantos do mundo, como nehum líder religioso já o fez. Documentário da Rai sobre sua Santidade. Áudio em italiano e legenda...

Um comentário:

  1. Jesus, Eu Confio Em Vós.
    1° 05 de 2011, biatificação de João Paulo II
    Por Evinho, Cerimoniário...

    ResponderExcluir